VISITAS

terça-feira, 24 de maio de 2011

TÍTULO PRÓPRIO:   “ Imortal “ 

Título da Obra:    “ A Viuvinha “


Autor:     José de Alencar

Origem da literatura:  Brasileira
 
Editora, Data da publicação, Páginas:   Ed. FTD, 2007,
80 páginas.

Personagens:   Jorge da Silva ( Carlos ), Carolina, D. Maria ( mãe de Carolina ) e Sr.Almeida.

Obra:   Romance publicado na segunda metade do século 19 , que faz parte da fase urbana de Alencar, caracterizado por um romantismo ingênuo, feito nos moldes de folhetim, curto e de conteúdo um pouco infantil.
Considera-se que foi uma obra precursora para a escrita de
“Senhora”, nesse caso com maior complexidade e elaboração, com
potencial para caracterizar uma escola literária.
A temática envolve um casal de namorados, Jorge e Carolina, que
resolve se casar.
No dia do casamento, o antigo tutor de Jorge, Almeida, conta-lhe
que está falido e endividado.
Jorge decide, então, empenhar-se em recuperar o prestígio e a cre-
dibilidade da família, além de, obviamente, recuperar toda a for-
tuna perdida.
Para executar tal plano, finge suicídio e passa a viver em condi-
ção de reclusão social e familiar, sendo esse um toque de herói
romântico pretendido pelo autor.
Carolina, mesmo sempre de luto, torna-se objeto de interesse
nos bailes da sociedade carioca da época.
A grande questão a ser resolvida seria como Jorge ( Carlos )  seria recebido por Carolina. A dramática dúvida. Será que ela o aceitaria de volta?
Como se daria seu retorno?
 Esse ambiente de mistério acerca da aceitação de Carolina é in-
gridiente característico dessa fase da escola romântica, assim como o tão esperado  “final feliz”.

Opinião:  Trata-se de uma obra que gera maior interesse pelo
fato de pertencer a um período inicial de Alencar e pelo fato
de oferecer matéria-prima para a confecção de “Senhora”.



O AUTOR:

Data da resenha:  24 de Maio de 2011  

Autor da resenha:     Márcio A. S. Ferraz

Local:     Alameda das Paineiras, 60   -   Itapevi – S.P


Nenhum comentário:

Postar um comentário